Trilha da Lua Cheia – Varzinha (RS) – Bike

Jamais imaginei a surpresa que me aguardava, quando iniciei este pedal. Estava buscando uma trilha mais distante, na região de Itapuã / Varzinha. No caminho para esta possível trilha… Passei pelo pórtico abaixo, que indicava a entrada da Trilha da Lua Cheia.

TLC01

Foi uma imensa surpresa. Não me lembro de fazer qualquer trilha, com uma sinalização do início tão convidativa. Precisei de meio segundo para decidir, trocar o meu objetivo do dia. A porteira aberta, era simplesmente irresistível.

Fui progredindo lentamente, empurrando a bicicleta. A trilha é ideal pra caminhada.

TLC02
Trilhando
TLC03
Segue a trilha

A medida em que se avança, é possível chegar um local para contemplação, com uma linda vista do Rio Guaíba.

TLC04
Bancos
TLC05
Vista

Prosseguindo na trilha a vegetação começa a ficar mais densa / “fechada”.

 

TLC06
Trecho com mato “fechado”
TLC07
Tunel

Porém é pequena a distância percorrida sob condições “fechadas de vegetação”. Logo a trilha “abre” novamente, sendo possível ver o céu.

TLC08
Flores aéreas

Seguindo a trilha, esculturas, caminhos de pedra, simbolismos religiosos, ossadas, informações relativas à vegetação em placas, podem ser observados.

TLC09
Esculturas
TLC10
Caminho de pedras
TLC11
Ossada
TLC11a
“Preto Velho” simbolo da Umbanda

A trilha tem pouco mais de 1km, e pode ser percorrida caminhando em menos de uma hora. Acredito que fazer a mesma durante o período noturno, com a luz da Lua cheia, deve adicionar um toque especial. Se esta for a proposta, eu aceitaria um eventual convite para percorre-la novamente. Busque pelo ponto LUA, é o início da trilha.

TLC13

Aproveito este momento e quero deixar os meus sinceros parabéns ao idealizador desta trilha e o fato de deixar a mesma aberta à visitação.

 

Chegando até a Trilha da Lua Cheia.

Chegar foi fácil. Pedalando até Itapuã. Condições climáticas favoráveis.

Retornando após a trilha.

Aqui deu problema. O contra vento se apresentou com uma força acima do aceitável. Travando o progresso. Somado ao fato de que eu não havia feito nenhuma refeição desde que o dia iniciou. Acordei cedo e parti, apenas com água. Repetindo erros passados. Minha energia esgotou. Pedalava dois a três quilômetros e tinha de parar. Verifiquei o orçamento… E desde a última grande pedalada para a Pedra Equilibrada, onde consumi todos os recursos que ficam junto as ferramentas que levo para pedalar… Não fiz a reposição de dinheiro…

Revirei todo este compartimento, para me certificar que não havia mesmo algum $$ perdido, ou uma pequena barra de chocolate… e achei somente R$ 0,80 (oitenta centavos). Parei sofregamente no posto de combustível que fica na entrada da Restinga e lá adquiri com todos os recursos disponíveis 5 balas salvadoras. Depois de mastigar duas, deixei as demais dissolvendo na boca à medida que pedalava. Impressionante o que um punhado de açúcar faz ao chegar na corrente sanguínea. Pedalei os 10km finais sem mais paradas.

TLC12
5 Balas

RESUMO

70,5 Km Pedalados

3h27 Pedalando

1h08 Paradas

2195 Calorias queimadas

Dificuldade: Moderado

clique no mapa para o track GPS

TLCMAPA

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s